Sistema de anotações Cornell Notes

The Cornell Note-taking System (ou Cornell Notes) é um método desenvolvido pela Cornell University para se fazer anotações de forma organizada.

Foi feito um estudo, publicado em 2007, pela Wichita State University comparando o método com um outro chamado Guided Notes. Nesse estudo se concluiu que o Cornell Notes é melhor quando se deseja aplicar o conhecimento referente as anotações (e não, simplesmente, lembrar).

Além de comprovado esse é um método simples de se aplicar.

COMO O CORNEL NOTES FUNCIONA

As anotações são feitas em uma folha de papel dividida em 2 colunas e mais um espaço, ao final da folha, para um resumo geral.

Na coluna da esquerda ficaram as frases (ou palavras-chave) e a coluna da direita é onde são feitas as anotações.

A proporção de uma coluna para outra é de 1 para 3. Ou seja, a coluna da direita é 3 vezes maior que a da esquerda. E o espaço ao final da folha pode ter uma altura equivalente a largura da coluna esquerda.

Obviamente, você não precisa ficar preso a essa proporção. Estou citando isso aqui somente como uma ajuda para quem for utilizar pela primeira vez.

Você pode baixar o modelo no site da Cornell University.

Feito isso basta você seguir os passos:

1. Anotar

Durante uma aula (ou alguma palestra) o estudante toma nota na coluna da direita (Notetaking Column) se utilizando de frases telegráficas

Essas são frases curtas e objetivas onde pode-se eliminar conjunções, preposições, artigos que são irrelevantes para o entendimento da mensagem.

As frases devem descrever as ideias mais importantes da aula.

2. Formular questões e resumir

Logo após o termino da aula o aluno deve utilizar-se da coluna da esquerda (Cue Column) para formular as questões baseadas nas anotações que fez.

Se preferir pode utilizar apenas palavras-chave.

Você pode pensar na coluna da esquerda como “coluna de lembrete”.

A função dela é esclarecer significados, identificar relacionamentos, estabelecer continuidade e fortalecer a memória.

Nesse momento é importante também que se faça um resumo, utilizando o final da folha, sobre as anotações que foram feitas.

3. Recitar

Ao estudar, deve-se tampar a coluna da direita e, olhando somente para a coluna esquerda, recitar em voz alta (com suas palavras) as respostas das questões, fatos ou ideias indicadas pelas palavras-chave.

4. Refletir

Reflita sobra as anotações perguntando-se coisas como:

  • Qual o significado desses fatos?
  • Qual o princípio chave em que ele é baseado?
  • Como posso aplicar eles?
  • Como eles se encaixam no que eu já conheço?
  • O que existe além deles?

5. Revisar

Separe 10 minutos por semana para fazer a revisão de todas as suas notas anteriores.

Fazendo isso será possível reter muito mais informação na memória de longo prazo.

CONCLUSÃO

O Cornell Notes é um método para anotações simples e de eficiência comprovada.

Ele também auxilia no aprendizado, facilitando a aplicação do conhecimento anotado caso seja necessário faze-lo no futuro.

Se você não tem um método para anotações, então, é uma boa hora para testá-lo.

Abraço,

Alexandre Afonso

Cŕedito imagem: pixabay